Entenda como importar tecidos da China

 

Afinal, como importar tecidos da China?

Como importar tecidos da China é uma questão que  poucos compreendem.

Não é de hoje que muitas empresas buscam tecidos fora do país, antigamente a Europa era o foco principal.

Atualmente isso mudou, países orientais ganharam competitividade e qualidade em suas produções.

A China tem sido um grande parceiro comercial no segmento textil, apesar de em certos casos ela sufocar a nossa indústria local.

Muitas malhas que eram fabricadas aqui deixaram de ser feitas, passando a ser importadas, causando assim perde de muitos postos de trabalho no Brasil.

 

Por que importar tecido?

Independente da origem, seja China, índia, Bangladesh ou outro país, é importante ter em mente o porque de importar tecidos.

Nossa opinião a esse respeito é simples, não importe se há suprimento local a um valor similar.

Alguns tecidos precisam de licença para importar.

Muita gente importa tecidos usando métodos não regulares para obter mais lucro, ou seja, são importações irregulares.

Sua empresa pretende ingressar na importação de tecidos da China, ou outra origem?

Tenha um mente que o sucesso depende diretamente da integridade do processo.

Para saber o real custo de uma importação é fundamental contar com a assessoria de quem entende, por isso nós da Máxxima somos recomendados por empresas líderes em seus segmentos.

Temos um artigo publicado aqui no blog que fala sobre custos, dê uma olhada!

 

Empresas pequenas podem importar tecidos?

 

Qualquer empresa pode importar tecidos, desde que habilitadas no sistema informatizado de controle de importações da Receite Federal, o Radar.

Esse tema também foi abordado aqui anteriormente.

A questão não é quem pode ou quem não pode importar, mas sim se é viável ou não importar.

Vamos dar um exemplo:

Você tem uma pequena confecção, usa 2 mil quilos de veludo, o qual você compra de um atacadista em sua cidade.

Imagine o seguinte, o atacadista importa esse veludo em container fechado com mais de 16 mil quilos, ou seja, ele consegue diluir os custos em mais material.

Outro fator é o poder de barganha, se você comprar apenas 2 mil quilos de um chinês o seu preço não será o mesmo que ele fará para quem compra 16 mil, compreende?

 

Em suma, quem importa mais consegue um custo menor. Então como importar tecido da China?

Não aconselhamos ninguém a tentar importar quantidades inferiores a um container, pois seguramente pagará mais caro que comprar aqui no Brasil.

Antes de qualquer atitude consulte a Máxxima, nossa empresa dará orientações a você.

Posts Relacionados

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *